Folha diz que jogos às 11 h do Brasileirão devem diminuir ou até acabar

A televisão impôs o novo horário matinal aos clubes brasileiros, jogar ás 11h no Brasil é um absurdo para jogadores e técnicos, mas tem sido rentável para os dirigentes e principalmente para a emissora dententora dos direitos de transmissão, mesmo que isso implique na queda da qualidade do espetáculo a torcida tem prestigiado e lotado os estádios.

O horário já considerado a sensação do Campeonato Brasileiro deste ano, a única ação concreta de inovação pós Copa do Mundo, mas que pode estar com os dias contados. Segundo o jornal Folha de São Paulo, os jogos que estão sendo disputados às 11 h (horário de Brasília), podem diminuir ou até acabar, o motivo seria que os estádios estão enchendo e a audiência da TV esvaziando no horário.

Em um país tropical como é o Brasil, as altas temperaturas também é citada como motivo para o fim dos embates na hora do almoço, mesmo tendo sido adotado nesta temporada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de forma abrupta, sem prévia comunicação aos clubes, a entidade pode determinar o fim dos jogos neste horário também sem aviso prévio.

A celeuma criada em torno da qualidade do espetáculo às 11h e a saúde dos atletas que são expostos ao sol em horário não recomendado, como ocorrido no último domingo em Goiânia, onde Goiás e Joiville se confrontaram sob calor de 42 graus e umidade relativa do ar abaixo dos 10% quando o recomendado pela Organização Mundial da Saúde é de 60%, pode ser determinante para que o horário sensação seja extindo da grade imposta pela Globo.
Comissões técnicas e jogadores se queixam do horário. Já as torcidas aprovaram, e seguem lotando os estádios

Fonte: Jornal diz que jogos às 11 h do Campeonato Brasileiro devem diminuir ou até acabar – Goal.com

Anúncios