‘Era rapidinho’, diz pai suspeito de estuprar cinco filhas indígenas no AP

Os abusos, conforme a polícia, aconteciam na propriedade que fica no quilômetro 16 da BR-156, onde ele morava com as meninas e outros três filhos homens após separar da mulher há pouco mais de três anos. Ele não é indígena e a mãe havia ficado com uma criança de colo.
“O representante da Funai apresentou a mãe da vítima e trouxe uma das filhas abusadas, que tem 12 anos. Fizemos o exame de conjunção carnal que atestou o abuso, tanto o rompimento do hímen, quanto fissuras anais. Após isso investigamos os demais abusos”, contou o delegado Correa.

Fonte: G1 – ‘Era rapidinho’, diz pai suspeito de estuprar cinco filhas indígenas no AP – notícias em Amapá

Anúncios