Dia de definições: Iris Rezende deve voltar à disputa por Goiânia com aval de Marconi… Será?

Onde há fumaça pode existir fogo e nos bastidores dizem que as articulações giram em torno do decano aceitar a disputa contando com o apoio do PSDB e do Governador Marconi Perillo.

Impossível?

Claro que não, em política nada é para sempre ou insuperável, as desavenças do PMDB e do PSDB são muitas, acumuladas em 18 anos de disputa entre os dois partidos, mas eles podem superar as divergências se sentirem que ambos podem estar dando espaço a uma nova corrente política no estado.

A disputa deste ano apontava desde o início que Iris Rezende seria o favorito para vencer, todos os adversários em fase de pré-campanha se preparam para bater, bater e bater muito no Peemedebista, à quem muitos rotulavam de ultrapassado e até de “velho babão”. Pois bem, o ex-governador se retirou da disputa, anunciou aposentadoria e abriu espaço para que alguém dito mais jovem pudesse despontar no cenário.

A atitude surpreendente de Iris Rezende deixou sem pai nem mãe o seu PMDB, os Vilelas não souberam lidar com a situação, tentaram de todos os modos engajar o partido em outro projeto com a desculpa esfarrapada de estar pensando em um projeto maior para o partido. Nem o mais fraquinho dos candidatos engoliu esta lenga-lenga.

Mas se engana quem acha que apenas o PMDB ficou perdido, perderam-se todos que preparavam para “espancar” no campo dos argumentos o ex-Prefeito. A base marconista também se perdeu por não estar ainda preparada para viver sem Iris do outro lado do front eleitoral, a base aliada que apresentou mais pré-candidatos do eleitores, além de não ver nenhum dos seus deslanchar, ainda estão tendo que conviver com ascensão do “fenômeno” Delegado Waldir, que também ganhou pontos com a retirada de Iris.

Há quem afirme que iris vai voltar ao páreo. E mais, com a torcida e o possível apoio do Governador Marconi Perillo… Será que pode isso Arnaldo?

Anúncios