NOTA OFICIAL – Vereador Paulo Magalhães (PSD) | Eu Digo Sempre

5d8e6583-0b63-4cdb-8bc0-e317a34fc56bNa manhã desta quarta-feira (30), durante sessão plenária, esteve em pauta para apreciação e votação o Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município de Goiânia, de autoria do vereador Paulo Magalhães, que visa modificar o período legislativo da Câmara de Vereadores, diminuindo o recesso dos parlamentares.
Diante de uma sessão bastante tumultuada e polêmica, durante a discussão do Projeto, o vereador Felisberto Tavares foi até a mesa do vereador Paulo Magalhães para agredi-lo verbalmente, utilizando palavras como oportunista e moleque, entre outros adjetivos agressivos, na tentativa de desqualificar o Projeto e o trabalho que Magalhães vem realizando a favor do povo goianiense.
Paulo Magalhães, com 68 anos e como ser humano, passivo de erros a atitudes provocativas, reagiu como forma de defesa, visto que Felisberto Tavares o agrediu verbalmente e poderia também agredi-lo fisicamente diante de tamanha falta de respeito e reconhecimento ao trabalho e a dignidade de Paulo Magalhães. Desde do início do seu mandato, Paulo tolera as provações desse vereador.
Nesse sentido, Magalhães pede desculpas a toda a sociedade e reconhece que o plenário da Câmara Municipal é o local para debater as ideias, fiscalizar e criar leis que irão beneficiar a sociedade. Ao mesmo modo, reafirma seu posicionamento em não aceitar provocações e a tentativa de desrespeitar sua honra e seu trabalho.
Recesso

vanderlan
Apesar da polêmica, a proposta de diminuir o recesso de 92 dias dos parlamentares, de autoria de Paulo Magalhães, foi aprovada por unanimidade dos 24 vereadores presentes. O projeto volta ao plenário para segunda e última votação após os 10 dias de interstício previstos em Lei. Durante a apreciação ainda podem ser apresentadas emendas modificando o texto aprovado hoje.
O projeto de Emenda à Lei Orgânica se arrastava desde agosto de 2013 e sofreu várias tentativas de mudança através de emendas apresentadas pelos vereadores. A matéria aprovada hoje, foi a proposta original de Magalhães, que reduz o recesso pela metade (45 dias) sendo de 1º de Fevereiro a 15 de Julho e de 1º de Agosto a 31 de Dezembro.
Magalhães havia proposto uma emenda substitutiva, diminuindo o recesso para 30 dias, após manifestação da sociedade, que foi rejeitada hoje em plenário. Também foi rejeitada proposta do vereador Geovani Antônio que estabelecia recesso de 55 dias, como acontece no Congresso Nacional.
Ponto Biométrico
Conforme afirmado pelo presidente da Casa, vereador Anselmo Pereira amanhã, quinta-feira (01), deverá entrar em pauta outro importante projeto do vereador Paulo Magalhães, o que propõe a adoção do “ponto biométrico” para os vereadores. A matéria foi apresentada em 2014 e ainda não foi apreciada pelo plenário.
De acordo com a proposta, a Mesa Diretora da Câmara deverá utilizar o painel eletrônico de gerenciamento de sessões, para registro e controle de presenças dos vereadores. Para tanto, o vereador deverá registrar sua presença e permanência nas sessões por meio do ponto biométrico.

Fonte: (30) NOTA OFICIAL Na manhã desta quarta-feira (30),… – Paulo Magalhães II

Anúncios