Sem levar em conta o Brasil, Câmara deve criar fundo bilionário para bancar a farra eleitoral

Um tapa na cara do cidadão brasileiro esta sendo discutido no Congresso Nacional pelos legisladores que fingem que estão ouvindo as ruas, quando na verdade preparam outro golpe visando manter regalias e privilégios de quem tem mandato vigente. Líderes da base aliada do governo no Congresso pressionam para que o fundo público de R$ 3,6 bilhões para bancar campanhas eleitorais seja abastecido com recursos já existentes no Orçamento, como emendas parlamentares e verbas controladas pelos partidos.

Na prática isso significa tirar recursos dos municípios e estados de áreas como Saúde, Educação, Segurança Pública e infraestrutura para bancar a farra eleitoral, um verdadeiro escárnio promovido por todos os partidos do Brasil. Se prevalecer a forma como a comissão da Câmara aprovou a criação do Fundo Especial de Financiamento da Democracia (FDD), o governo vai ter de lidar com uma nova despesa no ano que vem, em meio aos problemas de receita e discussão da revisão da meta fiscal.

Para variar a proposta de utilizar as emendas como fonte de financiamento do fundo é capitaneada pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), e pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). A criação do fundo visa substituir os financiamentos privados de campanha, propinas e caixa 2, uma forma descarada de um ar de legalidade ao abuso do poder econômico de uns poucos e impedir de alguma forma que haja renovação na política brasileira.

Fonte: Para governo, emendas devem bancar novo fundo eleitoral | VEJA.com

Anúncios

Obrigado pela visita, se quiser deixe a sua opinião:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s